O processo educacional em 2020 foi marcado por inúmeros momentos que demandaram a reinvenção de métodos e estratégias para contornar alguns desafios, como a questão do acesso a equipamentos e internet, por exemplo. A motivação dos alunos também foi uma questão amplamente debatida pelos professores. Se foi difícil manter o engajamento dos que já são alfabetizados, o que dizer de quem ainda está no processo de aprendizado dos números e letras?

No Brasil, espera-se que as crianças estejam alfabetizadas até o final do segundo ano do ensino fundamental 1 e uma das condições fundamentais para que essa meta seja alcançada é a mediação do professor especialista, que cria situações para que os alunos façam uso das habilidades que já possuem para aprender aquilo que ainda não sabem.

Para Marta Durante, diretora pedagógica da Camino Education, todo esse movimento foi prejudicado pela pandemia, sobretudo considerando que a conectividade e acesso à equipamentos não é a realidade da maioria dos estudantes brasileiros, sobretudo aqueles da rede pública de ensino.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X
Open chat