Cerca de 60% a 80% dos alunos marcaram presença nas escolas particulares de Belo Horizonte nesta segunda-feira (26), primeiro dia de aulas presenciais da educação infantil na cidade. A estimativa é do Sindicato das Escolas Particulares de Minas Gerais (Sinep), que propõe que a retomada das atividades seja executada também nos municípios da Região Metropolitana.

De acordo com a presidente do sindicato, Zuleica Reis Ávila, em torno de 80% das escolas particulares que oferecem educação infantil abriram nesta segunda-feira. As demais devem passar a receber as crianças ao longo desta semana ou a partir do dia 3 de maio.

“Fazemos uma avaliação muito positiva deste primeiro dia. Os pais estavam muito tranquilos, com esperança, e as crianças, muito felizes. Nos outros estados, a frequência de alunos no começo era menor, de 30% a 40%, mas, como nós ficamos mais de um ano com as escolas fechadas, os pais estavam realmente ansiosos para o retorno. Tivemos uma adesão muito grande às aulas presenciais, além da nossa expectativa”, afirma Zuleica.

Segundo ela, as escolas vêm se preparando desde julho do ano passado para a retomada das atividades presenciais. A expectativa é de que, com o passar dos dias, as famílias que ainda estão inseguras ganhem mais confiança e se sintam mais confortáveis para enviar os filhos às escolas.

“Eu acho que as escolas particulares têm total condição e muita segurança para este retorno, e as famílias estão sentindo isso. As crianças têm muita facilidade para aprender (os protocolos)”, diz Zuleica.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X
Open chat